Alma Viajante  

Conhecendo o Mundo e Compartilhando Experiências

07 Aprendizados de quem fez Voluntariado!

06.11.2019

 

Se você é uma pessoa que deseja viajar e ao mesmo tempo experienciar algo diferente e totalmente fora de sua zona de conforto, recomendo fazer um voluntariado. Independente do tipo de experiência que escolha, voluntariar em hostel, em uma ong, em projetos sociais de permacultura ou ajudando crianças em comunidades carentes, você voltará para sua realidade com novas perspectivas, irá se conhecer melhor e será transformado. 

 

Viagens é algo que depende totalmente de interação e relacionamento entre pessoas, se não, você não sai do seu mundo comum, e não é para isso que viajamos né.

Se pararmos para pensar, viajar é uma forma de autoconhecimento das mais intensas, porque além de aprender a lidar consigo, seus sentimentos e sensações, você interage e aprende a lidar com o outro. 

 

E cada uma das minhas experiências de voluntariado, me trouxeram aprendizados para sempre tentar melhorar na próxima experiência e que resolvemos listar aqui abaixo: 

 

- Intuito do host em trazer voluntários para seu estabelecimento

É importante buscar entender com qual intuito o host está levando voluntários para o seu estabelecimento. Se é para simplesmente trabalhar, ou se é para conhecer as culturas um do outro e compartilhar experiências e vivências, porque daí, muda completamente a forma de relacionamento que vocês terão.

 

- Confirmar com o host o que realmente inclui e não inclui

Pode ser que alguns deles não deixe exatamente claro o que está incluso em seu voluntariado, então vale a pena mandar mensagens confirmando cada item e detalhe. Como por exemplo, quem irá te buscar no aeroporto, um telefone para contato - caso não tenha ninguém esperando, e até se o transfer terá que ser pago. 

 

- Abordagem entre relação do host com os voluntários

Acredito que a relação de voluntário e host tem que ser diferente de uma relação entre chefe e funcionário CLT, por exemplo. Porque quando um voluntário escolhe ir para aquele lugar é porque ele realmente tem muito interesse, tanto no local, quanto nos anfitriões que irão receber ele, para obter mais trocas culturais, gastronômicas, turísticas, além de muitas vezes ser uma pessoa que não trabalha "oficialmente" com o que está trabalhando no voluntariado, ou seja, não pode ser tão cobrado como um funcionário CLT dá área.

 

 

VEJA TAMBÉM: 

FAQ: Principais Dúvidas sobre Voluntariado ao Redor do Mundo

10 Dicas para se dar bem em seu Programa de Voluntariado!

Já pensou em Viajar e unir Experiência e Propósito?

TOP LIST: 46 lugares gratuitos para visitar no Rio de Janeiro!

 

 

- Confirmar com o host os horários e dias exatos de trabalho

Confirme sempre antes da viagem dias e horários que você irá trabalhar para não ter surpresas quando chegar lá, como uma vez me aconteceu de chegar no local do voluntariado e ter que trabalhar das 22h às 07h da manhã, e durante o dia eu só dormia e não conseguia aproveitar a cidade (mas logo consegui trocar de turno). 

 

- Confirmar com o host se é necessário pagar algo localmente

É extremamente importante confirmar com os hosts se será necessário pagar algo localmente, como um taxa de ajuda e manutenção, ou alguma refeição não inclusa na vaga ou até um transfer. 

 

- Verificar todas essas infos com um bom tempo de antecedência da viagem

Não deixe de fazer tudo isso com uma certa antecedência, cerca de um mês antes de sua viagem, mais ou menos, porque dentro do cronograma apertado dos hosts, fica difícil ter tempo para responder todas as dúvidas muito em cima da hora, e você pode acabar perdendo a oportunidade de saber os detalhes de sua viagem para se organizar melhor.

 

 

- Alinhar expectativas

Organizar todas essas informações antes da viagem, ficar por dentro de como as coisas serão, é bom para alinhar as expectativas que você está criando sobre todos aqueles dias que você irá passar fora de casa. Por isso que sempre digo: 

"Em sua próxima viagem...deixe seus medos, pré-conceitos criados pela mente, aquele “eu não gosto disso” de lado.

Ao colocar os pés para fora de casa, tenha em mente apenas uma folha em branco e deixe com que as pessoas, os lugares e as experiências desenhem algo novo nesta folha.

Sem todos os seus bloqueios, medos, máscaras e formas de sabotar a viagem.

Deixe-a fluir naturalmente.

E dessa forma, quando você mudar a sua visão em relação a tudo na vida, eu tenho a certeza que não terá como ser ruim qualquer viagem que você faça (nem um simples bate e volta para a praia)." Juliana Santos

 

Espero que sua experiência de voluntariado seja engrandecedora e transformadora para você. 

Depois conta aqui nos comentários, um novo aprendizado que você teve também. (:

 

 

Please reload

SOBRE

Juliana Santos, que deseja mostrar a todas as pessoas, que viajar é mais do que conhecer lugares, é provar e compartilhar experiências! E que basta mudar a nossa visão sobre as coisas e lugares, olhando positivamente, que sempre teremos experiências engrandecedoras.

RESERVE SEU HOTEL 

SOLICITE SEU ROTEIRO PERSONALIZADO

ALUGUE SEU CARRO

Já pensou em Viajar e unir Experiência e Propósito?

22 Jan 2019

13 Hotéis, Pousadas e Refúgios para curtir o Verão no Litoral Sudeste do Brasil!

20 Nov 2018

Com estilo, sem pesar no bolso: 16 Hostels Estilosos pelo Brasil!

24 Oct 2018

1/1
Please reload