• Juliana Santos

Copenhague, na Dinamarca pelo olhar da Juliana Proença do Blog Mundo Mio!


A entrevista do mês da Série BRASILEIROS PELO MUNDO, que tem o intuito de trazer mais dicas, conhecimentos e compartilhar experiências com os leitores do blog, será por Copenhague, na Dinamarca, através dos olhos da querida Juliana do Blog Mundo Mio. Esperamos que gostem das dicas compartilhadas por ela, e não se esqueçam de conferir diversas dicas lá no blog dela. (:

Em um breve resumo:

Qual local está morando? Há quanto tempo? Estou morando na Dinamarca, há 4 anos.

E porque foi morar ai? Eu mudei pra cá por causa do meu marido dinamarquês. A princípio morávamos na Austrália quando nos conhecemos, mas hoje decidimos viver aqui pela qualidade de vida.

Defina este local em uma palavra: Seguro

É um local bom para viver? Como foi a expectativa que tinha antes de chegar, e a realidade que encontrou?

Eu adoro viver aqui, acredito que toda minha evolução como pessoa até hoje é resultado da vivência com a cultura dinamarquesa. Minha expectativa antes de mudar era bem alta, e quando mudei, percebi que não seria tão fácil. A Dinamarca tem um lado solitário e desafiador. A língua é difícil, os dias de inverno são pesados e a integração leva tempo. Hoje depois de todo o processo de adaptação, não me imagino vivendo em outro lugar.

O que mais te impressiona nessa cidade? E o que mais te marca?

Como as pessoas valorizam o tempo livre e conseguem achar um balanço entre trabalho e vida social.

Como caracteriza os moradores locais dessa cidade?

Pessoas reservadas.

Como terminaria essa frase: “Não podem sair desse local sem...”

Visitar o Tivoli e comer em um pølsevogn (Onde vende hot dog dinamarquês)

Conte-nos truques e dicas para economizar dinheiro nesta cidade.

Copenhague é uma cidade cara. A melhor forma de economizar dinheiro é evitar comer em restaurantes, estudar as atrações antes de ir pra saber o que realmente vale a pena investir. Se fizer mais de 3 atrações pagas no mesmo dia, comprar o Copenhagen Card e se tiver disponibilidade, explorar a cidade de bike.

Quais são os pratos típicos que todos os visitantes devem provar dessa cidade? (pode ser petisco, prato ou algo exótico);

Smørrebrod (sanduíche aberto), meu favorito é o de "fiskefillet" que é peixe frito. Prato típico também tem flæskesteg, carne de porco com batata e molho. E claro, beber snaps, que é uma bebida fermentada da batata. Lembra um pouco nossa cachaça e é bem tradicional.

QUER SABER ONDE ESTÁ A ALMA VIAJANTE?

SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES SOCIAIS

INSTAGRAM | FACEBOOK

Para termos experiências gastronômicas locais, em botecos, lugares tradicionais, barzinhos e gastando pouco, onde poderíamos almoçar ou jantar? E o que pedir?

Difícil achar uma opção super barata em lugares turísticos. No centro de Copenhague tem um mercado chamado Torvehallerne e você vai encontrar não só os pratos salgados, como doces dinamarqueses. O hot dog é o mais barato de todos e uma experiência diferente.

Indique um café e um museu nesta cidade.

Original Café, no último andar da loja Illum. É uma parada apenas para um cafezinho mesmo, mas a vista é bonita. Outro lugar pra comer umas tortas deliciosas é o The American Pie Company. Meu museu favorito é o Museu Nacional.

Uma decisão difícil é definir onde se hospedar – prezando lugares centrais, com fácil acesso a transportes públicos. Onde você indicaria para se hospedar nesta cidade?

Eu indicaria se hospedar por vesterbrogade, que é perto do centro, fácil acesso a ônibus e perto de muitos restaurantes bons. Um lugar mais barato e ainda de fácil acesso é Nørrebro, mas devido a diversidade étnica acaba não sendo escolha número um dos viajantes.

Tem alguma dica ou sugestão para quem deseja fazer compras nesta cidade?

Strøget, é o nome da maior rua comercial de Copenhague com lojas para todos os bolsos.

VEJA TAMBÉM:

Havaí: O Paraíso das Ondas, nos EUA pelo olhar da Sabrina Maia

Toronto, no Canadá pelo olhar da Carolina Dantas

Orlando, nos EUA pelo olhar da Aline Soares!

Maryland, nos EUA pelo olhar da Raquel Aguiar

São Francisco, nos EUA pelo olhar da Daffny Vieira, do Blog Abordo no Mundo!

Qual é o maior segredo desta cidade? (pode ser uma loja, um barzinho, um restaurante, um parque, uma galeria de arte, algo que seja mesmo “a tua cara”).

Comprar coisa no mercado e fazer um piquenique em um parque da cidade, Kongens Have ou Søndermarken

Qual é o local imperdível pra gente ir em uma sexta ou sábado à noite?

Não sou muito de bar, mas adoro o bar7. Um lugar mais arrumadinho, com drink bom e música legal.

Existe algum lugar da cidade que está fora do roteiro turístico, e você indicaria para conhecermos?

Dyrehaven. É um parque / floresta, onde tem uma área de campo bem grande com um pequeno castelo. Ao redor ficam as manadas de veado ao ar livre. Dá pra chegar super perto e é fácil de vê-los em qualquer época do ano.

Existe algum lugar que quando você vai tem a sensação de estar em um lugar totalmente diferente daqueles do seu cotidiano?

Acredito que os eventos e festas dinamarquesas.

O que da cultura local é forte? Que os locais dão bastante importância? (uma festa, ritual, esporte, que seja uma marca do local).

Natal é muito interessante. Muitas festas, tradições e comidas típicas. Luzes e decoração pela cidade. É encantador.

Existe alguma experiência especial que nós visitantes devemos fazer?

Andar bastante pelo centro da cidade ou alugar uma bicicleta.

Em um domingo ensolarado, o que devemos fazer nessa cidade?

Ir no Parque. Ficam cheios no verão, é uma delícia.

Existem projetos criativos ou partes revitalizadas da cidade pelo governo que nós devemos visitar? Quais?

Cirkelbroen no bairro de Christianshavn.

Há algum mercado local, a cara da cidade? E o que ele tem de especial para conhecermos?

Torvehallerne e Tivoli food Hall (próximo do Tivoli parque).

Conte-nos alguma música/cantor e livro/autor local que você se identifica, e porque escolheu eles?

Não poderia deixar de falar de Hans Christian Andersen, escritor de contos de fadas como a pequena sereia, patinho feito, soldadinho de chumbo. Escolhi ele por ter sido importante na história do país e pela vida que teve. Só aprendi tudo depois que mudei, então faz parte da minha história aqui também.

VEJA TAMBÉM:

Brisbane, na Austrália pelo olhar da Francileide Pesce!Ushuaia, o Fim do Mundo na Patagônia Argentina pelo olhar da Gabriela Bellini!Chiloé, no Chile pelo olhar da Camila do Blog O Melhor Mês do Ano

Florença, pelo olhar da Denya Pandolfi do Blog Grazie a Te

Charlotte, Carolina do Norte pelo olhar da Thalita Bueno

Se estiver com saudades do Brasil, onde devemos ir para matar as saudades? (Pode ser um local, restaurantes, bar, galeria ou região).

O Tempo, restaurante brasileiro maravilhoso! Gostinho de comida caseira rs

Vamos tentar fazer um roteiro básico de 03 dias por essa cidade? Indique coisas que em sua opinião, são obrigatórias para ver, fazer e visitar.

Tivoli, andar pelo centro da cidade, Nyhavn (ficar sentado na beira do canal tomando sorvete), Kongens Nytorv, mercado Torvehallerne, Museu Nacional, castelo de Kromborg, jardins de Frederiksborg, passeio de barco pelos canais e um dia a noite ir em algum restaurante ou bar no distrito de Kødbyen.

Do que você sente mais falta no Brasil?

Da espontaneidade de visitar um amigo ou familiar quando eu quiser.

E você gostou das dicas incríveis da Juliana? :D

Eu amei e já quero conhecer e explorar tudo por Copenhague! Fique de olho no Insta e Blog dela, com muitas dicas incríveis da Dinamarca e do mundo.

Deixe sua opinião e comentário sobre o post aqui embaixo. Vou amar saber a tua opinião! (:

Resposta BAV: Juu querida, agradecemos de coração sua disponibilidade em participar da Série BRASILEIROS PELO MUNDO, que tem o intuito de trazer mais dicas aos leitores do Blog Alma Viajante. Esperamos em breve poder admirar esses lindos lugares, conhecer as trilhas e locais ao ar livre. Muito obrigada por participar e compartilhar as dicas! :D

#brasileirospelomundo #destino #experiência #Destino #experiências #Dinamarca #Copenhague #mundo

86 visualizações