• Juliana Santos

Melbourne, na Austrália pelo olhar da Ligia do Blog Gigi On The Road!


A entrevista do mês da Série BRASILEIROS PELO MUNDO, que tem o intuito de trazer mais dicas, conhecimentos e compartilhar experiências com os leitores do blog, será por uma cidade encantadora da Austrália.

Espero que gostem muito de conhecer um pouco mais sobre Melbourne, na Austrália, pelos olhos da querida Gigi! (:

"Oi, gostaria de me apresentar aqui. Meu nome é Ligia Calmon, sou a Gigi, do blog @gigiontheroad e em 2016 eu decidi largar a carreira jurídica e me dedicar a minha maior paixão: viajar.

De lá, para cá já vivi muitas aventuras e experiências inesquecíveis. Agora vamos ao que interessa."

UTILIZE NOSSOS PARCEIROS E AJUDE O BLOG A FICAR SEMPRE ATUALIZADO!

Em um breve resumo: Qual local está morando? Há quanto tempo? E porque foi morar ai?

Moro em Melbourne, na Austrália, me mudei para cá em Setembro de 2016. A opção de fazer o intercâmbio na Austrália foi por causa da possibilidade de trabalhar legalmente enquanto estuda.

Já na Austrália, optei por Melbourne por ser a cidade com a melhor qualidade de vida do mundo, na época por 6 vezes consecutivas, hoje já pela 7 vez consecutiva.

QUER SABER ONDE ESTÁ A ALMA VIAJANTE?

SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES SOCIAIS

INSTAGRAM | FACEBOOK

Defina este local em uma palavra: Incrível

É um local bom para viver? Como foi a expectativa que tinha antes de chegar, e a realidade que encontrou?

Melbourne é maravilhosa. Me mudei para cá no final do inverno, então imaginei que já não estaria tanto frio, o que foi um tanto decepcionante, pois ainda estava muito frio por aqui. Como eu já havia morado nos USA antes, eu imaginava a Austrália algo muito parecido com aquilo, mas Melbourne, particularmente, me lembrou muito a Inglaterra.

O que mais te impressiona nessa cidade? E o que mais te marcou?

Lembro que assim que cheguei fiquei impressionada com a variedade de etnias. Pelas ruas você encontra gente de todas as nacionalidades e enquanto caminha vai escutando uma variedade imensa de idiomas diferentes.

Como caracteriza os moradores locais dessa cidade?

Sempre bem recebida em todos os lugares. Todos aqui já estão acostumados com estrangeiros, então as pessoas tem paciência para falar com você e em geral são muito educados.

VEJA TAMBÉM:

Charlotte, Carolina do Norte pelo olhar da Thalita Bueno

Vancouver, no Canadá pelo olhar da Caroline Andrade

São Francisco, nos EUA pelo olhar da Daffny Vieira, do Blog Abordo no Mundo!

Brisbane, na Austrália pelo olhar da Francileide Pesce!

Como terminaria essa frase: “Não podem sair desse local sem...”

Alugar uma bicicleta e passear pela orla de St Kilda Beach.

Conte-nos truques e dicas para economizar dinheiro nesta cidade.

O transporte público no centro da cidade é gratuito, o que já ajuda muito. Porém, assim que me mudei para cá eu morava no subúrbio a cerca de meia hora do Centro, onde trabalhava. Então ao invés de usar transporte público para ir trabalhar eu ia de bicicleta e além de economizar, me mantinha ativa e aproveitava muito mais as belezas da cidade.

Quais são os pratos típicos que todos os visitantes devem provar dessa cidade? (pode ser petisco, prato ou algo exótico);

Pela imensa variedade cultural daqui eu não diria que existem pratos típicos, mas tem uma rede de fast food aqui que eu amo chamada Lord Of Fries e que, apesar de muita gente não saber, é inteira vegetariana com todas opções possivelmente veganas.

Para termos experiências gastronômicas locais, em botecos, lugares tradicionais, barzinhos e gastando pouco, onde poderíamos almoçar ou jantar? E o que pedir?

Melbourne é cheia de bares e restaurantes espalhados pela cidade inteira. Porém acredito que seja imprescindível conhecer a Chapel Street em South Yarra.

UTILIZE NOSSOS PARCEIROS E AJUDE O BLOG A FICAR SEMPRE ATUALIZADO!

Indique um café e um museu nesta cidade.

Um lugar que eu adoro é o Shrine of Remembrance que fica na St Kilda Road e dali um café na Federation Square, que fica cerca de 5 minutos de tram.

Uma decisão difícil é definir onde se hospedar – prezando lugares centrais, com fácil acesso a transportes públicos. Onde você indicaria para se hospedar nesta cidade?

Docklands e Southbank são bairros bem próximos ao centro com fácil acesso aos trams e dentro da Free Tram Zone (onde você pode passear por todo o centro sem pagar passagem).

Se deseja ficar próximo a praia eu indico St Kilda, que apesar de não estar dentro da zona gratuita de transporte está a cerca de 20 minutos de tram do centro e 10 minutos de carro.

VEJA TAMBÉM:

Havaí: O Paraíso das Ondas, nos EUA pelo olhar da Sabrina Maia

Toronto, no Canadá pelo olhar da Carolina Dantas

Orlando, nos EUA pelo olhar da Aline Soares!

Tem alguma dica ou sugestão para quem deseja fazer compras nesta cidade?

Queen Victoria Market, sem dúvidas é o lugar para comprar as lembrancinhas. Esse é o mercado mais famoso da cidade. Agora se você quer fugir um pouco dos pontos turísticos, vai para o South Melbourne Market.

Se a ideia é comprar produtos de marca o DFO South Wharf, que é um outlet com marcas nacionais e internacionais.

Tem um outro lugar no centro da cidade que eu adoro e que, apesar de caro e não ter muitas lojas, vale a pena a visita pela sua arquitetura incrível é Block Arcade e a sua irmã Royal Arcade.

Qual é o maior segredo desta cidade? (pode ser uma loja, um barzinho, um restaurante, um parque, uma galeria de arte, algo que seja mesmo “a tua cara”).

Na minha opinião é a biblioteca estadual. A State Library Victoria fica localizada no centro da cidade também e eu amo esse lugar por causa da arquitetura. Dentro da biblioteca tem uma cúpula, se você acessar o último andar tem uma vista incrível.

Qual é o local imperdível pra gente ir em uma sexta ou sábado à noite?

Uma coisa que tem que ter em mente por aqui é que a vida noturna começa e termina cedo.

18h já está na hora de sair pra jantar ou pra curtir algum barzinho (mesmo que ainda esteja claro – no verão anoitece apenas as 21h). Um bar legal que fica às margens do Rio Yarra é o Arbory – lá é bem descolado e nos fundos fica a estação de trem.

Nas margens do Yarra tem muitas opções de bares e restaurantes perto do Crown Cassino.

Eu gosto de ir para Fitzroy, na Rua Brunswick tem muitos bares e restaurante, um ao lado do outro... por que não tomar um drink diferente em cada bar?

Existe algum lugar da cidade que está fora do roteiro turístico, e você indicaria para conhecermos?

Docklands, onde eu moro hoje, é bem perto da cidade e normalmente está fora dos roteiros turísticos. Aqui vale a pena vir tomar um café no final de tarde e observar as diversas obras de arte espalhadas ao redor das docas.

Existe algum lugar que quando você vai tem a sensação de estar em um lugar totalmente diferente daqueles do seu cotidiano?

Caminhar pelas laneways no centro de Melbourne me levam para uma Era diferente. Às vezes me sinto nos becos do Harry Potter, haha.

O que da cultura local é forte? Que os locais dão bastante importância? (uma festa, ritual, esporte, uma marca do local).

Melbourne tem alguns eventos exclusivos e aguardados o ano inteiro, são eles o Australian Open e as corridas de cavalo (o que eu, pessoalmente, abomino).

No que se refere aos costumes locais, os australianos daqui são bem responsáveis e pontuais, diferente da ideia que eu tinha anteriormente do estilo de vida de surfista, de pessoas bem "de boa".

Em um domingo ensolarado, o que devemos fazer nessa cidade?

Se quiser curtir uma praia, St Kilda Beach é a praia mais badalada de Melbourne. Porém não faltam opções por aqui, já que Melbourne é cheia de parques se quiser relaxar, ou até então fazer um pequeno passeio de barco pelo Yarra River, rio que cruza a cidade. Já se a ideia é pegar a estrada, por que não a tão famosa Great Ocean Road?

Existem projetos criativos ou partes revitalizadas da cidade pelo governo que nós devemos visitar? Quais?

Melbourne é inteira revitalizada, parece estranho falando assim, mas uma vez aqui você vai perceber que não importa onde quer que você esteja, tudo tem um toque especial, tem algo diferente, tem arte envolvida. Aqui é conhecida como a capital da arte e cultura da Austrália e não tem essa fama à toa.

VEJA TAMBÉM:

Dublin, na Irlanda pelo olhar da Flávia Journey!

Florença, pelo olhar da Denya Pandolfi do Blog Grazie a Te
Chiloé, no Chile pelo olhar da Camila do Blog O Melhor Mês do Ano
Ushuaia, o Fim do Mundo na Patagônia Argentina pelo olhar da Gabriela Bellini!

Há algum mercado local, a cara da cidade? E o que ele tem de especial para conhecermos?

Já mencionei aqui antes, o Queen Victoria Market é um passeio imperdível. La é o mercadão da cidade e você encontra de tudo um pouco. Diversas opções de culinária e souvenir para levar pra casa.

Se eu estiver com saudades do Brasil, onde devo ir para matar as saudades? (Pode ser um local, restaurantes, bar, galeria ou região).

Tem um bar aqui chamado Copacabana, onde sempre tem uns grupos brasileiros se apresentando tocando pagode e samba.

QUER SABER ONDE ESTÁ A ALMA VIAJANTE?

SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES SOCIAIS

INSTAGRAM | FACEBOOK

Vamos tentar fazer um roteiro básico de 03 dias por essa cidade? Indique coisas que em sua opinião, são obrigatórias para ver, fazer e visitar.

Para o primeiro dia acho que devemos começar pelo centro da cidade. Como eu já disse, no centro você entra e sai dos trams sem ter que pagar nada e você ainda tem a opção de pegar o bonde City Circle e fazer um tour gratuito pela cidade (se souber falar inglês melhor ainda, pois eles apresentam a cidade inteira no tour). Vá ao Queen Victoria Market, ande pelas margens no Yarra River em Southbank e almoce em algum dos restaurantes, bistrôs por ali.

Depois do almoço vá até a Federation Square e conheça o centro cultural de Melbourne e se perca nos becos por ali.

À noite você pode curtir uma festa chinesa ao longo da Little Bourke Street ou quem sabe jantar em algum dos deliciosos restaurantes italianos da região.

Para o segundo dia, de manhã pegue um bonde até St Kilda Beach e de lá também podemos ir conhecer a praia de Brighton, que é famosa pelas suas casinhas coloridas ao longo da praia.

Para o período da tarde, seria uma boa almoçar em algum restaurante ou mesmo em alguma cafeteria na Chapel Street, em South Yarra. De lá para Fitzroy Street para uma sobremesa em uma das tantas confeitarias do lugar.

Para jantar, que tal o bairro mais hipster da cidade? Próximo à Brunswick Street, você vai encontrar pubs gourmet, restaurantes étnicos da moda e baladas animadas, para você dançar noite adentro. Se esse não faz muito o seu estilo, tem o Arts Centre, no Yarra River, onde você pode assistir uma comédia, teatro, balé ou dança moderna.

Para o ultimo dia acho que é hora de pegar a estrada e não é qualquer uma não, é a Great Ocean Road. Saia cedinho pois a estrada é longa para chegar nos famosos 12 Apóstolos. Você pode tanto alugar um carro e fazer isso no seu tempo, como também pode fechar um tour. Tem muitas opções para fazer esse tour, mas eu recomendo falar com a Debby, que é uma brasileira muito gente boa que faz desse passeio algo ainda mais prazeroso, com paradas para ver os Coalas, pássaros e claro, os famosos cangurus da Austrália.

Do que você sente mais falta no Brasil?

Muita gente responderia aqui a comida, mas me tornei vegana depois de mudar para cá, então a comida realmente é algo que não me faz falta. Sinto mesmo saudade da família e dos amigos. Se eu pudesse traria todos para viver aqui pertinho!

UTILIZE NOSSOS PARCEIROS E AJUDE O BLOG A FICAR SEMPRE ATUALIZADO!

E você gostou das dicas incríveis da Gigi? :D Eu amei e já quero conhecer e explorar tudo por Melbourne!

Deixe sua opinião e comentário sobre o post aqui embaixo. Vou amar saber a tua opinião! (:

E fique de olho no Insta dela, sempre com dicas incríveis da Austrália!

Resposta BAV: Gigi querida, agradecemos de coração sua disponibilidade em participar da Série BRASILEIROS PELO MUNDO, que tem o intuito de trazer mais dicas aos leitores do Blog Alma Viajante. Esperamos em breve poder conhecer esses lindos lugares e admirar esse paraíso natural. Muito obrigada por participar e compartilhar as dicas! :D

#Entrevista #destino #experiências #entrevista #Destino #experiência #Austrália #Melbourne #brasileirospelomundo #mundo

0 visualização