Alma Viajante  

Conhecendo o Mundo e Compartilhando Experiências

Melbourne, na Austrália pelo olhar da Karina Costa!

A entrevista do mês da Série BRASILEIROS PELO MUNDO, que tem o intuito de trazer mais dicas, conhecimentos e compartilhar experiências com os leitores do blog, será por uma cidade encantadora da Austrália.

A cidade já apareceu por aqui, mas vista pelos olhos da Gigi. Aproveite para ver as diferentes dicas da cidade de Melbourne, na Austrália.



Em um breve resumo: Qual local está morando? Há quanto tempo? E porque foi morar ai?

Eu moro em Melbourne já fazem 3 anos no total, com idas e vindas.



Defina este local em uma palavra: Multicultural




É um local bom para viver? Como foi a expectativa que tinha antes de chegar, e a realidade que encontrou?

Melbourne é sem dúvida um dos melhores lugares pra se morar, e não sou só eu que digo isso. Foi eleita pela quinta vez consecutiva a melhor cidade pra se viver no mundo. Na verdade eu não tinha muitas expectativas e nem sabia muito sobre Melbourne antes de vir pra cá. Meu plano era vir morar na Austrália, e como já haviam alguns amigos do Brasil morando aqui, decidi vir pra cá, e não me arrependo. É uma cidade extremamente organizada e limpa. Tudo funciona muito bem: transporte público, segurança, espaços públicos para lazer. O frio faz parte da nossa rotina durante 8 meses do ano, mas mesmo assim, não tira a beleza que Melbourne tem.



VEJA TAMBÉM:

Havaí: O Paraíso das Ondas, nos EUA pelo olhar da Sabrina Maia

Toronto, no Canadá pelo olhar da Carolina Dantas

Orlando, nos EUA pelo olhar da Aline Soares!

Maryland, nos EUA pelo olhar da Raquel Aguiar



O que mais te impressiona nessa cidade? E o que mais te marca?

O que mais me impressiona em Melbourne é a quantidade de eventos culturais, que muitas vezes, acontecem simultaneamente pela cidade. É um lugar que além de suas belezas naturais e charme arquitetônico, respira cultura.



Como caracteriza os moradores locais dessa cidade?

Na minha opinião, os Melbournians são bem receptivos. E embora faça frio a maior parte do tempo, eles adoram uma atividade ao ar livre. A galera enlouquece no verão. Chega ser engraçado pra nós brasileiros, acostumados ao calor e a vida na praia.



Como terminaria essa frase: “Não podem sair desse local sem...”

Experimentar o delicioso café.



Conte-nos truques e dicas para economizar dinheiro nesta cidade.

O custo de vida é bem alto por aqui, mas também se ganha bem. Como turista, eu acredito que a melhor forma de economizar é, se hospedando em um dos muitos hostels ou procurar algo pelo Airbnb. Hospedagem é sempre um item caro no orçamento. Além disso, aqui tem um restaurante que você come e paga o quanto pode, ou o quanto acha que aquele prato vale. A comida é incrivelmente ótima. O restaurante é chamado "Lentil as Anything" e tem algumas unidades pela cidade. Vale a pena conferir.



Quais são os pratos típicos que todos os visitantes devem provar dessa cidade? (pode ser petisco, prato ou algo exótico);

A Austrália em geral não tem uma culinária própria muito rica. A influência asiática aqui é bem grande devido ao número de imigrantes. Eu recomendaria uma visita à China Town no centro de Melbourne. Lá você encontra diversos restaurantes asiáticos que vão fazer você babar só de olhar a vitrine. Agora, se você não é muito fã da culinária asiática, eu diria pra você visitar algum café e tomar uma belo de um brunch - smashed avocado on toast with poached eggs - bem tradicional entre os Aussies.




Para termos experiências gastronômicas locais, em botecos, lugares tradicionais, barzinhos e gastando pouco, onde poderíamos almoçar ou jantar? E o que pedir?

A galera aqui vai pro bar pra encher a cara. Não tem muito essa de petisquinho não. Geralmente, sair pra beber é bem caro. A cerveja australiana é ótima. Mil vezes melhor que a brasileira. Se for sair pra beber e não quiser gastar muito, minha dica é pedir uma "pint" (copo de 570ml) ou uma jug (jarra de 1140ml) pra dividir. Os preços não variam muito de um lugar para o outro. Agora se você tá afim de gastar um pouco mais, eu super recomendo experimentar o Espresso Martine.



Indique um café e um museu nesta cidade.

Meu café favorito na cidade, é o Serotonin em Richmond. A comida lá chega parecer uma obra de arte. Victoria Art Gallery é um lugar que não pode deixar de ser visto.




Uma decisão difícil é definir onde se hospedar – prezando lugares centrais, com fácil acesso a transportes públicos. Onde você indicaria para se hospedar nesta cidade?

Embora a maioria das atrações turísticas estejam na região central, eu recomendaria hospedagem em um dos subúrbios próximos, como St. Kilda Beach, Richmond ou Brunswick. Assim, você pode ter uma real visão de como é a vida em Melbourne.



Tem alguma dica ou sugestão para quem deseja fazer compras nesta cidade?

Se você gosta de Outlets, tem alguns espalhados pela cidade. Mas o que eu mais costumo ir, é na DFO em Southbank. Lá você encontra a maioria das grandes marcas, e sempre tem promoção. Mas não vai achando que aqui as coisas são baratas que nem nos USA, porque não são. Pra quem gosta de um brechó, Melbourne é cheio deles. E tem muita coisa legal, se você garimpar bem. Só dar um Google e procurar o Salvation Army mais próximo de onde você está hospedado.


Qual é o maior segredo desta cidade? (pode ser uma loja, um barzinho, um restaurante, um parque, uma galeria de arte, algo que seja mesmo “a tua cara”).

Meu lugar favorito em Melbourne (e a minha cara também) é o Abbotsford Convent. É um convento rodeado por natureza, um jardim gigante, tem até um lago e alguns animais. Tem uma arquitetura incrível. Você pode levar uma garrafa de vinho, estender uma toalha e aproveitar a tarde, lendo um livro ou papeando com os amigos. O melhor de tudo, é que lá dentro tem um daqueles restaurantes "Lentil as Anything" que mencionei no começo. É o lugar perfeito pra passar um dia todo.



Qual é o local imperdível pra gente ir em uma sexta ou sábado à noite?

Sem dúvida em um dos bares flutuantes ao longo do Yarra River. E mesmo se estiver frio (provavelmente estará rs), não se preocupe, aqui todos os lugares tem aquecedor, mesmo os locais abertos.



Existe algum lugar da cidade que está fora do roteiro turístico, e você indicaria para conhecermos?

Eu recomendaria uma ida à Universidade de Melbourne. É um lugar extremamente lindo. Vai te fazer se sentir em um filme Inglês antigo.



Existe algum lugar que quando você vai tem a sensação de estar em um lugar totalmente diferente daqueles do seu cotidiano?

Mesmo morando aqui há 3 anos, e conhecendo bem a maioria dos lugares, todo dia eu descubro algo novo que me impressiona e me faz amar mais ainda esse lugar. Melbourne é um dos poucos lugares no mundo que mistura a beleza da natureza no caos da cidade grande. Cada cantinho daqui é muito especial e cheio de charme.



VEJA TAMBÉM:

SÉRIE: Brasileiros pelo Mundo!

Copenhague, na Dinamarca pelo olhar da Juliana Proença do Blog Mundo Mio!

A NOVA ZELÂNDIA PELO MUNDO DE MAGRELA: Conheça o projeto de Lucas Favaretto e sua experiência de 5 meses pelo país! (PARTE 1)

Lisboa: O paraíso dos Miradouros, em Portugal pelo olhar da Ju Gava!



O que da cultura local é forte? Que os locais dão bastante importância? (uma festa, ritual, esporte, que seja uma marca do local).

Existem dois eventos aqui que param a cidade: Melbourne Cup e a Grand Final. Melbourne Cup é a corrida de cavalos que acontece sempre no mês de novembro e faz parar a cidade. Todo mundo se veste com roupas e chapéus chique e bebem litros e litros de champagne enquanto assistem as corridas na hípica. Esse evento é aguardado o ano inteiro com euforia pelos Australianos. A Grand Final é outro grande evento por aqui. É quando os times de futebol australiano (que não tem nada ver com o futebol que a gente conhece) decidem quem é o campeão do ano. Em geral, os australianos já bebem muito. Mas nesses dois eventos, eles realmente se superam.




Existe alguma experiência especial que nós visitantes devemos fazer?

Acho que conhecer os 12 Apóstolos na Great Ocean Road é algo imperdível pra quem vem pra Melbourne. É uma viagem de algumas horas de carro, mas que vale cada km.



Em um domingo ensolarado, o que devemos fazer nessa cidade?

Domingo ensolarado por aqui é sinônimo de praia ou piquenique no parque. Aqui dia de sol foi feito pra botar a cara pra fora e aproveitar a dose de vitamina D. Acho que uma ida até Brighton Beach pra conhecer as famosas casinhas coloridas é uma boa pedida.




Existem projetos criativos ou partes revitalizadas da cidade pelo governo que nós devemos visitar? Quais?

Tudo nessa cidade é bem criativo e consideravelmente novo, já que Melbourne não é uma cidade tão antiga, comparada as idades das cidades brasileiras. A Austrália é um país novo, em expansão. Um dos projetos mais interessantes, na minha opinião, é a Federation Square. Uma praça que foi projetada no coração da cidade, somente para sediar grandes eventos. É um projeto arquitetônico bem moderno e criativo.



Há algum mercado local, a cara da cidade? E o que ele tem de especial para conhecermos?

Queen Victoria Market é o Mercadão de São Paulo na versão Australiana. Lá você encontra tudo que precisa: frutas, verduras, especiarias, ótimos restaurantes e até uma feirinha de artesanatos. E tudo com um preço bem bacana.



Conte-nos alguma música/cantor e livro/autor local que você se identifica, e porque escolheu eles?

Como eu disse no começo, Melbourne é o sinônimo de cultura e arte. A cidade é bem conhecida pelo número de artistas de rua que fazem suas performances em troca de dinheiro. Muitos cantores de ótima qualidade (são chamados de buskers). Eu tenho o grande prazer de ser amiga de uma das buskers mais famosas daqui, Jess Paige. A Jess é uma artista incrível, que além de uma voz maravilhosa, escreve músicas incríveis.



Se estiver com saudades do Brasil, onde devemos ir para matar as saudades? (Pode ser um local, restaurantes, bar, galeria ou região).

O B'Cos Brazil é o restaurante brasileiro aqui que tem a comida o mais próximo da nossa comidinha aí no Brasil. Então se você quer matar a saudade, dá uma passadinha lá. Fica na região central, bem fácil acesso. Mas prepara o bolso, que o preço é bem salgadinho.



Vamos tentar fazer um roteiro básico de 03 dias por essa cidade? Indique coisas que em sua opinião, são obrigatórias para ver, fazer e visitar.

Bom, vou repetir alguns lugares que eu já havia mencionado antes.

Em 3 dias: você precisa ir pela manhã em Brighton Beach ver as casinhas coloridas, depois ir para city ver a Federation Square, Flinders Street Station, tomar um café ou brunch na Degraves Street, visitar uma das vielas com os muros grafitados e finalizar o dia com um jantar asiático na China Town. E se ainda tiver pique, tomar uma cervejinha em um dos bares flutuantes no Yarra River.

O segundo dia eu organizaria um day tour para os 12 Apostólos, e no terceiro e último dia, uma ida a galeria de arte ou relaxaria na sombra de uma árvore no Abbotsford Convent.




Do que você sente mais falta no Brasil?

Eu sou completamente apaixonada pelo Brasil, e tenho muito orgulho de dizer de onde venho. Morar fora sempre foi um sonho pra mim, mas não por não gostar do meu país, e sim por ter essa necessidade de ver o mundo. Com certeza o que sinto mais falta é a minha família e alguns dos meus amigos, que são as únicas coisa que não dá pra substituir. O resto a gente dá um jeitinho: arroz e feijão, a gente substitui por purê de batata e lentilha, o carnaval a gente substitui pela Melbourne Cup, o final de semana no litoral norte a gente substitui por um final de semana acampando na montanha, e assim vai. Afinal a gente é brasileiro, sempre dá um jeitinho.





E você gostou das dicas incríveis da Karina? :D Eu amei e já quero conhecer e explorar tudo por Melbourne!

Deixe sua opinião e comentário sobre o post aqui embaixo. Vou amar saber a tua opinião! (:

E fique de olho no Insta dela, sempre com dicas incríveis de Melbourne, Austrália e suas viagens pelo mundo!



Resposta BAV: Karina agradecemos de coração sua disponibilidade em participar da Série BRASILEIROS PELO MUNDO, que tem o intuito de trazer mais dicas aos leitores do Blog Alma Viajante. Esperamos em breve poder conhecer esses lindos lugares e admirar esse paraíso natural e histórico. Muito obrigada por participar e compartilhar as dicas. Até breve! :D




SOBRE

Juliana Santos, que deseja mostrar a todas as pessoas, que viajar é mais do que conhecer lugares, é provar e compartilhar experiências! E que basta mudar a nossa visão sobre as coisas e lugares, olhando positivamente, que sempre teremos experiências engrandecedoras.

RESERVE SEU HOTEL 

SOLICITE SEU ROTEIRO PERSONALIZADO

ALUGUE SEU CARRO