• Juliana Santos

Economizando em Tempos de Crise: 49 dicas para viajar com pouco dinheiro!


Quem ama viajar sabe que sempre procuramos economizar em algo, ou porque pagou muito caro na passagem aérea, ou quer viajar por mais destinos, ou deseja relaxar e ficar alguns dias em um resort, enfim.. Os motivos para economizar são inúmeros, e além disso, você pode guardar uma grana extra, já para a sua próxima viagem.

Listamos abaixo, diversas dicas para você economizar e conseguir viajar com menos. Veja:

TRANSPORTE:

1. Fique de olho no site Melhores Destinos porque sempre há promoções de passagens e hotéis para quem tem flexibilidade de datas;

2. Se tiver flexibilidade de datas, pesquise os voos verificando os valores durante todo o mês que deseja viajar, para verificar os dias mais baratos. Normalmente, voar em dia de semana é mais em conta do que final de semana. E normalmente aos finais de semana, as companhias aéreas lançam promoções em seus sites com descontos;

3. Há milhares de buscadores de voos por aí e os meus preferidos são o Skyscanner e o Momondo! Sempre compare os preços nos dois sites, veja as tarifas, verifique datas e possibilidades, para então comprar a passagem no site da própria companhia aérea, pois todos os sites intermediários cobram taxas de serviços. Nesses sites ainda é possível criar alerta de preços com as datas e destinos que deseja, e eles te notificam quando baixar ou aumentar os preços;

4. Evite táxi nos grandes centros urbanos, que possuem boa infraestrutura de transporte público. Utilize o app City Mapper que mostra os deslocamentos com todas as possibilidades possíveis, utilizando trem, metrô, táxi, bicicleta, bonde, carro e a pé. O transporte local pode ser muito melhor do que táxi ou carro, assim como acontece nas grandes metrópoles;

5. Utilize o Google Flights ou o app Hopper para te ajudar a decidir o destino, de acordo com os valores das passagens na data que você tem disponível, mostrando promoções nessas datas;

6. Compre seu voo com milhas, em sites como o Max milhas e 123 milhas;

7. Explore os destinos de ônibus, pois muitos trechos entre cidades próximas, possuem valores promocionais de até EUR 5,00. A Eurolines, por exemplo, oferece mais de 600 destinos na Europa, podendo te levar até o Marrocos;

8. Já pensou em conhecer as cidades de bike? Você pode ver o lugar de forma diferente, fazer exercício e economizar. Em diversas cidades ao redor do mundo, há muitas ciclovias como na Holanda, e são muito utilizadas pelos locais;

9. Tá indo fazer uma viagem de uma cidade pra outra? Utilize o app Blablacar. Veja se os valores valem mais a pena do que outras opções e sempre verifique as avaliações dos condutores;

10. Utilizar os programas de milhas das companhias aéreas, que sempre ajudam muito a economizar nas passagens. O melhor deles é o Multiplus em parceria com o Km de Vantagens, onde você pode ganhar pontos, não somente usando o cartão, mas também abastecendo o veiculo em postos Ipiranga.

VEJA MAIS: Como juntar pontos Multiplus para Passagens Latam

49 dicas para viajar com pouco dinheiro!

HOSPEDAGEM:

11. O maior site de reservas do mundo, o Booking.com possui avaliações, resenhas e descontos diários de até 70%, então reserve seu hotel aqui, ou diretamente no site do próprio hotel.

12. Varie nas opções de hospedagens, utilizando o revolucionário Airbnb, alugando um apartamento, quarto, casa ou kitnete. No site há milhares de opções com muitos preços, para todos os bolsos, e sua experiência pode ser mais intensa, sem a impessoalidade dos hotéis, além de conhecer moradores locais;

13. Hospede-se em um hostel e experiencie o lugar de forma diferente. Existem hostels com quartos e banheiros privativos, muitas vezes sai mais barato do que um hotel normal, e você terá uma bela experiência conhecendo pessoas do mundo todo.

Utilize o Hostelworld para reservar, e veja algumas opções de Poshtel (que são hostels mais luxuosos, modernos e descolados);

14. Saia da zona de conforto, e conheça os Glampings, que nada mais são que "acampamento de luxo", ou apenas uma forma diferente de se hospedar. Há diversos tipos de acomodações, como barracas mais simples até lodges bem chiques, com todos os preços possíveis, onde você poderá viajar e ter uma experiência diferenciada;

VEJA MAIS: Já Pensou em ter a Experiência de Acampar com Conforto?

15. O Couchsurfing é uma comunidade, onde você se cadastra e pode escolher para dormir na casa de alguém, sendo no sofá ou em algum outro comodo ou espaço disponível, ou você pode solicitar um acompanhante para algum passeio, e tudo isso de graça! Várias pessoas dão a volta ao mundo à base de couchsurfing, sem gastar quase nada, além de conhecer pessoas locais e fazer passeios que os locais fazem. Uma baita experiência em!

16. Se você for viajar de última hora e precisa de um hotel, o app Hotel Tonight acha as opções e ainda te dá descontos por isso!

17. Que tal reservar um hotel "as escuras", e ganhar descontos com isso? O Hotwire te mostra localização aproximada e reviews dos leitores, com ótimos descontos;

18. Já pensou em alugar um barco para passar uns dias? O Boat Setter te ajuda com isso, ele funciona como se fosse um airbnb, só que de barcos;

19. Seja voluntário algumas horas do seu dia, e ganhe a hospedagem de graça! Através da Worldpackers, você troca algumas habilidades para ajudar um hostel ou projeto em algumas horas do seu dia, e em troca disso, eles de oferecem uma cama, e muitas vezes até refeições e passeios gratuitos. O cadastro no site é gratuito, mas caso queira aplicar em alguma vaga, o custo é de U$ 49,00 por ano para utilizar quantas vezes desejar.

VEJA MAIS:

Como é a Experiência de Voluntariado pelo Worldpackers?

Tire dúvidas com um Expert da Worldpackers

49 dicas para viajar com pouco dinheiro!

SERVIÇOS:

20. Fuja de restaurantes pega turista, próximos aos pontos turísticos. Capriche na pesquisa em blogs e guias de viagens, compre lanches, itens para refeições rápidas em mercados locais para levar na bolsa e não passar fome e correr para o primeiro restaurante que ver. Outra dica? Tenha sempre na bolsa uma garrafinha de água, e aí pode ir completando em bebedouros e fontes pelas cidades;

21. Investir no almoço é a melhor pedida! Tome um café reforçado no hotel, saía pela cidade com alguns lanchinhos na bolsa, almoce mais tarde e a noite invista em alguma refeição rápida ou lanche. E uma outra dica é que a maioria dos restaurantes pela Europa e outros países, possuem valores mais atrativos na hora do almoço, pois no jantar é sempre mais caro;

22. Procure por tours e passeios gratuitos nas cidades, como os famosos walking tour, que funcionam à base de gorjetas, normalmente visitando o centro histórico e explicando muito sobre a história da cidade. Visitam museus, exposições e os principais pontos turísticos, que muitas vezes podem ser pagos (mas verifique a programação de cada local, e veja se há algum dia com entrada gratuita);

23. Economize fazendo alguma refeição do seu dia em food trucks, mercados locais e nas famosas farmers market, que além de economizar, você terá a oportunidade de conhecer produtores locais da cidade;

24. Já pensou em fazer refeições na casa de locais? Além de uma experiência única, você irá economizar, conhecer pessoas e histórias. Sites como o Meal Sharing que propõem refeições colaborativas e cobram um valor simbólico de U$ 10,00, e o EatWith, que quem propõem o menu determina o valor, informa na plataforma e se você gostar pode entrar em contato;

25. Ao invés de pegar aqueles ônibus hop on hop off nas cidades (o famoso ônibus vermelho turístico), economize utilizando o transporte público para chegar nos locais e inclusive até para visitar cidades próximas;

26. O Tripadvisor é o melhor site com avaliações de serviços, tanto para hotéis, hostels, restaurantes, pontos turísticos, e ainda há muitas empresas de passeios que estão por lá e você pode encontrar informações sobre seus serviços, fazendo com que você não escolha um serviço ruim em sua viagem;

27. Verifique se as cidades que está visitando possuem o sistema de City Pass, onde você compra um ticket, que é valido para várias atrações, com descontos no valor total e até no transporte local. Compare, se vale a pena para a sua viagem e os pontos que deseja visitar;

28. O The Entertainer oferece o serviço de compre um e leve dois, com descontos para shows, restaurantes e parques, em mais de 40 cidades pela Europa, África, Ásia e no Oriente Médio;

29. No Broadway Box dá pra encontrar bons descontos para Nova York, Orlando, Londres e Las Vegas. E há também o famoso TKTS em Nova York (Duffy Square, na Broadway com a 47th Street, 4ª e sáb 10h/14h e dom 11h/15h para matinês; 2ª 15h20h e 4ª/dom 15h/20h para peças à noite), que vende entradas com até 50% de desconto para shows no mesmo dia;

30. Não utilize o roaming internacional do celular, pois sempre cobram muito caro. Prefira os chips internacionais pré-pagos que irão resolver o problema e você vai colocando créditos conforme a demanda;

31. Evite aquelas lembrancinhas que normalmente são super caras, vendidas próximo as atrações principais da cidade, procure por objetos úteis e originais, vendidos em locais mais afastados, pois ai os valores tendem a diminuir.

VEJA TAMBÉM:

Saiba como Economizar em suas Viagens em 2018!

37 Refúgios de Charme (pousadinhas, hotéis e resorts) para curtir o Inverno pelo Brasil!

SÉRIE: Brasileiros pelo Mundo!

49 dicas para viajar com pouco dinheiro!

SEGURO VIAGEM:

32. Utilize os comparadores de preços de seguro viagem, como o seguroviagem.org ou o seguroviagem.srv.br que comparam mais de 30 seguradoras mostrando os melhores valores e podendo comprar online;

33. Aproveite o seguro viagem oferecido pelo seu cartão de crédito. Mas verifique qual é a cobertura oferecida, e se vale a pena, pois para alguns países há uma cobertura mínima solicitada no seguro que é obrigatório, como é o caso da Europa;

34. Uma cobertura de seguro de U$ 30.000 ou EUR 30.000 já é o suficiente, e é o obrigatório para a Europa. Veja se há algo desnecessário encarecendo o seguro, e se há cobertura para perda de bagagem, pois normalmente é o item mais utilizado.

DINHEIRO:

35. Vale ficar monitorando o câmbio turismo para a moeda que deseja comprar antes de sua viagem. Olhe uma ou duas vezes por semana, veja se abaixa ou aumenta..e vá comprando aos poucos, à medida que for recebendo seu salário, até conseguir a quantia que deseja. Normalmente não a muita diferença de uma casa de câmbio para outra, mas dependendo do montante pode ser negociado;

36. Nunca troque moeda no aeroporto, hotéis e bancos! Somente se for em caso de extrema urgência e necessidade, pois o câmbio é sempre mais alto, e ainda pode ter taxas de conveniência. Caso chegue em seu destino, e não tenha a moeda local, troque somente o necessário para o táxi até o hotel, e troque o restante nas casas de câmbio pelo centro da cidade, as cotações são sempre melhores;

37. Dê preferências a moedas de grande demanda para levar em sua viagem, como o Euro para a Europa, e o dólar para o resto do mundo. Faça os cálculos e veja o que vale mais a pena fazer de acordo com a quantidade de tempo que irá ficar. Mas que fique claro que, o dólar terá melhor cotação de troca, do que o real, em qualquer lugar do mundo, ou seja, se tiver dólares guardados, vale levar e botar pra jogo em países pequenos;

38. O app Oanda ajuda a conferir o valor da moeda local que você terá que comprar;

39. Os sites Melhor Câmbio e o Boa Taxa comparam diversas casas de câmbio. Vale ligar e negociar os valores.

49 dicas para viajar com pouco dinheiro!

CARTÕES:

40. Certifique-se de que seu cartão é válido para utilizar no exterior, e caso não esteja válido, normalmente é necessário ligar para a operadora do cartão para desbloquear e você poderá usar livremente no exterior. Mas lembre-se que, qualquer compra feita em seu cartão, você pagará o IOF de 6,38%, e além disso, o câmbio não será o do dia da sua compra, e sim o do fechamento da sua fatura no banco. Os cartões pré pagos, funcionam da mesma forma, com a taxa de IOF de 6,38% na hora da compra do dólar quando for recarregar o cartão, e ai depois é só ir debitando o valor com uma senha;

41. Prefira dinheiro em espécie ou cartões pré-pagos, do que gastar em seu cartão internacional, porque tem o IOF de 6.38% e o câmbio na data do fechamento do cartão.

ALUGUEL DE CARRO:

42. Entre os melhores sites para comparar locadoras de alugueis de carro, está o RentCars, com locadoras pequenas e grandes, oferecendo tarifas ótimas. Não há taxas para reservar no site, você fica livre do IOF (cobrado em sites internacionais) e ainda paga em 12 vezes;

43. Antes de alugar um veiculo, veja se os hotéis possuem estacionamento gratuito, pois muitos cobram super caro, além das limitações de bebidas nos países, dependendo, não vale a pena alugar. Veja o que compensa mais para você.

49 dicas para viajar com pouco dinheiro!

DICAS EXTRAS:

44. ECONOMIZE viajando pelo Brasil! Aproveite os finais de semana para conhecer sua cidade, uma cidade do interior, um parque diferente, uma praia mais afastada, aproveite para explorar ao seu redor, tanto em seu estado, como no Brasil. Abra o mapa e seja criativo! Você já conhece a Chapada dos Veadeiros? E o Jalapão? Ibitipoca? Quanto tempo faz que não visita uma cidade histórica?

45. Economize vendendo o que não utiliza mais. Roupas, livros, sapatos, acessórios, enfim...as opções são infinitas e há vários sites onde você pode colocar para vender os objetos, e além de você fazer movimentar energia parada, você irá ajudar pessoas que irão utilizar os produtos;

46. Em suas viagens internacionais, sabia que pode pedir restituição de impostos? E isso pode render uns bons dólares ou euros de volta. A restituição é solicitada normalmente no aeroporto ao final da sua viagem, sobre os valores de compras (lembrando que não vale para restaurantes e nem hotéis), mostrando apenas a nota fiscal de compra;

47. Faça algum trabalho nas horas vagas, vendendo produtos ou como freela, e quando você vê, estará juntando uma boa grana para sua viagem;

48. Dê preferência a roteiros menos mirabolantes, com menos deslocamentos, ficando mais tempo em menos lugares, e ainda vai te ajudar a conhecer melhor as cidades;

49. Evite comprar em aeroportos! Normalmente tudo é muito caro, tanto as lojinhas de lembrancinhas, quanto as comidas.

Gostou das dicas?

Já utilizou alguns dos sites ou dicas citadas no post acima?

Acha que faltou alguma informação?

Compartilhe com a gente a sua experiência, e caso ache que faltou alguma informação, escreva aqui nos comentários para acrescentarmos no post. E se gostou, não deixe de compartilhar com seus amigos! (:

#dicas #experiência #destino #experiências #Destino #economizar #poucodinheiro

64 visualizações