Alma Viajante  

Conhecendo o Mundo e Compartilhando Experiências

Viajar ou Experienciar: Eis a questão!

Conforme os anos vão passando, tudo no universo vai evoluindo, e inclusive, tudo aquilo que nós buscamos.

Antigamente viajávamos de forma diferente, apenas para curtir, e cada vez mais vem crescendo a busca das pessoas por realmente experienciar um destino mais intensamente.


E isso é simplesmente um reflexo do nosso interior e exterior, a forma como temos evoluído, também evolui na forma de como fazemos as coisas, e de como nós buscamos tudo aquilo que queremos.



Caso nunca tenha reparado nisso, pense em como atualmente o yoga e a meditação é muito mais acessível, do que dez anos atrás. E não falo nem simplesmente pelo ato de praticar o yoga e a meditação, mas o simples fato de ser cada vez mais divulgado e difundido. Hoje em dia existe até série no netflix sobre meditação (veja aqui), ou seja, é algo que está se tornando mais acessível de todas as formas, para todos.


Isso tudo é sobre a forma como queremos receber aquele momento em que estamos vivendo, e isso tudo vai muito de acordo com como você vive a sua vida, as pessoas que te cercam, o que você assiste, do que você tem se nutrido, ou seja, a forma com que você enxerga tudo ao seu redor.


O que condiz mais com você...viajar ou experienciar?


Viajar, ou o ato de deslocar-se de um lugar para o outro, está muito ligado ao ato de tirar férias, ao fato de ter hotel com serviços como café da manhã, passagem aérea e talvez traslados, e de cerca forma, deixar tudo para traz e fugir da nossa realidade.


Já o experienciar, vem de experimentar, ou seja, independente de ter ou não hotel, aéreo e traslado, essa experimentação de coisas dentro de um período de tempo irá acontecer, e acrescentará experiências as experiências anteriores já vivenciadas por você.


E isso varia e flutua por diversas vertentes de oportunidades, como por exemplo, uma viagem de voluntariado, onde as pessoas entram em contato com as outras vivenciando a realidade delas, entre muitas outras opções.


As experiências possuem uma conotação de autenticidade, sendo momentos reais, puros, intensos e que ficam enraizados dentro de cada ser humano para toda a vida. Mas existem pessoas que não identificam com tudo isso, e está tudo bem também, porque na realidade, tudo isso está muito conectado com a geração e forma como enxergamos as coisas.


Assim como os pós-turistas, os millennials, e toda a geração y, são pessoas que buscam autenticidade em suas experiências de viagens, com momentos que permitam aproxima-los realmente do que é o destino em si, e não apenas tirar foto, mas sim participar ativamente da forma como o destino se apresenta.


Para você o que faz mais sentido? Viajar e experienciar?

Eu acredito que não somos seres engessados, e que sim, podemos escolher uma vez viajar, outra vez experienciar e outra vez voluntariar, e por ai vai..

Sem criar rótulos fixos do que realmente somos.


SOBRE

Juliana Santos, que deseja mostrar a todas as pessoas, que viajar é mais do que conhecer lugares, é provar e compartilhar experiências! E que basta mudar a nossa visão sobre as coisas e lugares, olhando positivamente, que sempre teremos experiências engrandecedoras.

RESERVE SEU HOTEL 

SOLICITE SEU ROTEIRO PERSONALIZADO

ALUGUE SEU CARRO