Alma Viajante  

Conhecendo o Mundo e Compartilhando Experiências

Jalapão e Pandemia em 2021

Em novembro de 2020 ao marcarmos essa expedição, imaginávamos que quase um ano depois, a pandemia já teria passado, mas não foi o que vimos, principalmente aqui no Brasil.


Diante disso, ainda tivemos diversos cenários que foram super alarmantes, como o fato de algumas pessoas quererem muito viajar, o fato de outras criticarem isso, e no meio disso tudo, o fato de ter que decidir como iria ocorrer a expedição.



Esse é um post que será diferenciado do que normalmente vocês leem por aqui, mas sinto de escrever sobre isso, para que muitas pessoas tenham uma breve noção de como está o mundo das viagens na pandemia ou pós pandemia, porque tudo isso é muito novo, inclusive para nós que trabalhamos com turismo.


Sempre recebo muitas mensagens e perguntas de clientes e seguidores, como: "Mas o pessoal ainda está viajando?", "Mas será que lá vai estar cheio? Queria estar em um lugar mais vazio." E vou contar um pouco sobre como estamos agindo diante destas novas condições em meio à pandemia, para que traga um pouco de segurança, conforto e para que toda esta situação não influencie em sua experiência de viagem.


Obrigatoriamente para o Jalapão, por ser uma viagem em grupo, com pessoas que iriam conviver juntas, solicitamos à todos - inclusive aos já vacinados com duas doses da vacina, o teste de PCR cerca de 72 horas antes da viagem, para que todos pudessem estar um pouco mais seguros, convivendo um com o outro.


O Jalapão é um destino em meio à natureza, a céu aberto e em ambiente livre, o que ajuda e muito o conforto e segurança de todos, mas ainda assim sempre que estávamos em locais com outras pessoas, tantos moradores locais, quanto turistas, utilizávamos máscaras para a segurança de todos. Mas de forma geral, nos principais atrativos, estávamos apenas o nosso grupo.


Lá o pessoal que trabalha com receptivo e agências locais, se preocupam muito com o fato de termos o contato com os moradores locais das próprias comunidades, onde sempre utilizávamos máscaras, e inclusive, as visitações às famosas comunidades locais, como a Comunidade Mumbuca, estão suspensas.


Além disso, os próprios moradores e donos dos restaurantes e pousadas locais, foram se adequando para a melhor forma de receber os visitantes e para o maior cuidado e segurança de todos, então vimos restaurantes servindo e disponibilizando luvas descartáveis para evitar a manipulação em contato direto com a mão, pousadas e hotéis distribuindo álcool em gel em todas as suas áreas de espaço comum e também utilizando o espaçamento das mesas em suas refeições, como o café da manhã.


Fato é, viajar com medo, receio e insegurança, influenciará na forma como você irá aproveitar o destino, e na forma como será conduzida a sua experiência de viagem. Se escute e entenda se você está em um momento que quer realmente vivenciar algo novo, mas com restrições, porque as vezes, simplesmente, não é o momento, e está tudo bem também.


O melhor é que viaje seguro e tranquilo, tomando todos os cuidados que você tem normalmente em sua casa, no seu trabalho e na sua rotina, para que você volte seguro e bem, e não pior do que quando foi, certo?


O que acha sobre isso, adoraria poder ler e comentar sobre o que pensam com relação as viagens e a pandemia.

Se quiser, deixe seu comentário aqui embaixo, que eu vou amar ler e responder. (:



SOBRE

Juliana Santos, que deseja mostrar a todas as pessoas, que viajar é mais do que conhecer lugares, é provar e compartilhar experiências! E que basta mudar a nossa visão sobre as coisas e lugares, olhando positivamente, que sempre teremos experiências engrandecedoras.

RESERVE SEU HOTEL 

SOLICITE SEU ROTEIRO PERSONALIZADO

ALUGUE SEU CARRO