Alma Viajante  

Conhecendo o Mundo e Compartilhando Experiências

Paranapiacaba: Lugar onde se vê o Mar!

12.11.2019

Com um clima praticamente inglês, em plena região metropolitana de São Paulo na serra do mar, Paranapiacaba tem se tornado cada vez mais turística por toda sua importância histórica. 

Localizada no meio de um vale, onde o tempo muda rapidamente, a Vila Inglesa possui um clima diferente de todo o estado de São Paulo, e é a primeira coisa que percebemos ao chegar por lá. 

 

Para chegar em Paranapiacaba, é possível ir de carro, tendo acesso por Ribeirão Pires ou Rio Grande da Serra, e de lá é possível chegar até a parte alta da Vila, onde é possível estacionar os carros e explorar tudo à pé. Ou de trem pela linha turquesa até a estação de Rio Grande da Serra, e chegando lá, pegando um ônibus que vai até a parte alta da vila. 

 

 

Ao chegar pela parte alta, ver a igreja e ter uma vista de toda a Vila Inglesa, não tem preço. 

Construída no meio de um vale - que pode estar completamente encoberto pelas nuvens, no caminho que era feito pelos índios para subir ao planalto, e atualmente onde estão as casas feitas em madeira com estilo arquitetônico inglês.

 

Por conta do caminho íngreme e pela expansão da cultura do café na região do Vale do Paraíba, decidiram construir a estrada de ferro (Santos - Jundiaí) para ajudar em todo o processo.

Em 1850 o projeto começou a tomar forma através do Barão de Mauá, e a Vila de Paranapiacaba era o centro operacional e de residência dos funcionários da companhia inglesa que fez o projeto, a São Paulo Railway. 

 

 

VEJA TAMBÉM: 

Avenida Paulista: O Coração Democrático de SP

13 Hotéis, Pousadas e Refúgios para curtir o Verão no Litoral Sudeste do Brasil!

Cunha e Rodovia Rio-Santos: um Roteiro por umas das Rodovias mais Bonitas do Brasil!

Litoral Paulista: 03 praias em São Sebastião para você conhecer e ir já!

 

 

A ferrovia foi inaugurada em 1867, e por conta dela que toda a vila foi construída com a arquitetura inglesa. Por isso, a UNESCO já indicou a Vila de Paranapiacaba para ganhar o título de Patrimônio da Humanidade, tanto por seu patrimônio natural, arquitetônico e principalmente por seu sistema funicular.

 

Além de encontrar casas típicas, hospedagens, bares, restaurantes, artesanatos locais, e todo tipo de doces e cachaças de cambuci, vale a pena visitar o Museu Funicular, que possui vários utensílios e ferramentas utilizados para a fabricação e manutenção dos trens e da ferrovia.

 

DICA: Ao andar pelo museu e pela Vila, não se esqueça de reparar na réplica do relógio Big Ben que foi erguido em meados de 1898, sendo o único monumento que restou após o incêndio da antiga estação em 1981, e chama a atenção logo quando você passa pela ponte para chegar a parte baixa. 

 

No Museu Funicular  é possível entender os sistemas utilizados, e o primeiro deles se chamava Serra Breque, que não tinha um sistema de tração própria, com um sistema de contrapeso, ou seja, enquanto algo subia, a outra descia com peso equivalente, puxando o que subia pra cima.

 

Já o segundo sistema utilizado havia um motor à vapor e uma peça chamada tenaz que permitia que a composição engatasse sozinha no cabo, e com o cabo contínuo tinha o nome de Locobreque.

 

Ao andar pela parte baixa da Vila é possível perceber que ali tem as casas com arquiteturas mais características, todas com madeiras marrom, porque era onde moravam todos os funcionários da ferrovia. E já na parte alta, na entrada da Vila é onde há uma arquitetura bem mais variada.

 

Um outro ponto que chama bastante a atenção, e que logo que chega na vila todos veem, é o Museu Castelo, o ponto mais alto que foi construído em 1897 e era a residência do engenheiro-chefe da ferrovia. Atualmente funciona como museu com utensílios e móveis dos antigos moradores, e abre para visitação aos finais de semana.

 

 

A Casa Fox também funciona como museu, e mostra as memórias dos moradores locais. Já o Clube União Lyra Serrano, é onde acontecem as festas, shows e toda a diversão durante os festivais que ocorrem na vila inglesa, como o Festival do Cambuci e o Festival de Inverno.

 

Outro ponto de interesse por lá, é o Parque Natural Municipal das Nascentes, onde há exposição sobre a fauna e flora local, além dos visitantes poderem ver as nascentes do Rio Grande e explorarem as seis trilhas que existem dentro do parque em meio à Mata Atlântica.

 

Você já conhece a Vila de Paranapiacaba? Ficou com vontade de conhecer?  

 

 

 

 

UTILIDADES - O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE IR:

 

MUSEU FUNICULAR: 

Endereço: Pátio Ferroviário

Funcionamento: aberto aos sábados, domingos e feriados, e em dias de excursões escolares e turísticas.

Ingresso: R$ 5,00 por pessoa

 

MUSEU CASTELO: 

Endereço: Rua Caminho do Mendes, s/nº

Funcionamento: aberto aos finais de semana

Ingresso: R$ 3,00 por pessoa

 

 

Please reload

SOBRE

Juliana Santos, que deseja mostrar a todas as pessoas, que viajar é mais do que conhecer lugares, é provar e compartilhar experiências! E que basta mudar a nossa visão sobre as coisas e lugares, olhando positivamente, que sempre teremos experiências engrandecedoras.

RESERVE SEU HOTEL 

SOLICITE SEU ROTEIRO PERSONALIZADO

ALUGUE SEU CARRO

Já pensou em Viajar e unir Experiência e Propósito?

22 Jan 2019

13 Hotéis, Pousadas e Refúgios para curtir o Verão no Litoral Sudeste do Brasil!

20 Nov 2018

Com estilo, sem pesar no bolso: 16 Hostels Estilosos pelo Brasil!

24 Oct 2018

1/1
Please reload