• Juliana Santos da Silva

São Miguel do Gostoso: o lugar mais relax de RN!

Não é à toa que São Miguel do Gostoso é considerado um dos lugares mais tranquilos do litoral do Rio Grande do Norte. Ao localizar no mapa, já percebemos que está ao norte de Natal, bem remoto e distante do agito da capital. É ali também que está localizado o km 0 da BR 101, o que dá ainda mais a sensação de um lugar distante e longínquo.

Iniciada de frente pro mar, onde um arco e uma placa dizem onde estamos geograficamente localizados, dali até os próximos 4.765km, no Rio Grande do Sul, cortando diversos estados do nosso país, uma das estradas mais emblemáticas se inicia, e nos reserva milhares de histórias.


É ali também que você encontra um único vendedor de água de coco e mais nada, com seus 85 anos está ali vendendo todos os dias com o sol à pino, tornando o lugar ainda mais bucólico e remoto. A partir dali, prepare-se para viver dias de muita calmaria, tranquilidade e com mais de 35 graus.

VALE A PENA: visitar o Farol do Calcanhar, a direita do marco zero, em uns 10 minutos de estrada de terra, você chega na base da marinha, com o farol (não é aberto a visitação, mas rende belas fotos) e o mar ao fundo.


Chegando pelo aeroporto de Natal, são cerca de 112km até São Miguel do Gostoso, e no km 2 da BR 101, está a entrada para São Miguel na BR 221. Ali você passará por alguns distritos e vilas pequenas, e praticamente ao final da BR, você estará na famosa Rua da Xepa, a principal via de Gostoso, como chamam os locais.


É nesta rua onde estão os restaurantes, lojas de roupas, artesanatos e das famosas castanhas. E é através dela que você pode entrar em algum beach club, para aproveitar o dia na praia. Ali os estabelecimentos e pousadas "a beira mar", ocupam o espaço da BR até a areia da praia, mas existem algumas ruas com acesso para a praia.


Na avenida Enseada das Baleias estão alguns restaurantes e lojas mais chiques, mas a gastronomia local varia entre pizzarias, hamburguerias, bistrôs e restaurantes com pratos locais, como o famoso café regional, que também é possível encontrar pelo nordeste, com macaxeira, inhame, carne guizada, ovo frito, cuscuz e muito mais.


Além disso, algo que vale ressaltar é: as praias em São Miguel do Gostoso possuem uma longa faixa de areia, de cerca de mais de 500 metros, e ondas fortes. Lá existem muitas escolas e aulas de kitesurf e windsurf, justamente pelas boas condições dos ventos (observe no mapa que você está justamente onde o vento faz a curva rs), fazendo com que as praias sejam mais desertas, e tenham alguns beach clubs para ter uma infraestrutura boa ao aproveitar o dia. Praticamente não há quiosques de praia com serviços a oferecer, mas os beach clubs oferecem cadeiras, guarda sol e não cobram para utilizar a estrutura, apenas o consumo.


DICA:

Para quem está em busca de águas um pouco mais calmas, vale a pena ir até a Praia de Tourinhos. Saindo do centro de São Miguel sentido norte, pegue a estrada de terra, onde você irá passar por postes de energia eólica, restaurantes, e cerca de 08 km depois, chegará no estacionamento da praia.

Ali há uma ótima estrutura de cadeiras e barracas, cobrando apenas o consumo, e uma ótima orla para tomar banho, com ondas mais calmas, mar quentinho e ainda dá pra ver um pôr do sol incrível de cima da falésia.



A título de curiosidade, quanto mais ao norte do país, mais perceptível são as marés. No litoral de São Paulo, por exemplo, podemos dizer que nem vemos a maré baixar muito, e já no litoral do Rio Grande do Norte, isso se torna bem mais visível ao longo do dia. Isso acontece por causa da proximidade com a Linha do Equador, e no Maranhão a diferença da maré alta para a maré baixa, pode variar em até 08 metros.


Ali pela vila vale a pena conhecer o Museu Casa de Taipa, que fica dentro da Pousada de mesmo nome. Basta chegar e dizer que você deseja conhecer o local, porque viu a indicação aqui no nosso blog (: e com toda a certeza algum dos funcionários da pousada irá te recepcionar super bem e apresentar todos os cantos de uma das pousadas mais charmosas de Gostoso e o museu, assim como foi comigo.



Aproveite para explorar Gostoso como um morador local, entendendo como eles vivem, quais pratos mais comem, como é a sua rotina, palavras diferentes que escuta, até porque você está numa região totalmente fora das rotas turísticas do Brasil, e aproveitar para conhecer e explorar mais a fundo, pode te trazer diversas formas de percepções diferentes com relação a vida, como por exemplo, o simples fato de lá ser um local no Brasil, onde acontece a siesta.


Sim, a siesta tradicionalmente conhecida na Espanha, acontece aqui no Brasil também. E esse simples fato, pode trazer vários inshigts e questionamentos, do tipo: porque um hábito espanhol, acontece aqui no nordeste do Brasil? E porque talvez isso não acontece em todo o país? E ainda, porque muitas vezes vivemos numa correria tão grande nos grandes centros comerciais, sendo que existem lugares tão mais tranquilos que conseguem até parar para uma siesta?

São apenas oportunidades de enxergar uma realidade de forma diferente. (:

E você, já foi à São Miguel do Gostoso?

O que achou? Conta aqui nos comentários.


0 visualização